fbpx
CidadesPolítica

MPE detecta indícios de candidaturas ‘laranja’ pelo PSL nas eleições de 2018 no Maranhão

O Ministério Público Federal (MPF) ouviu oito candidatas a deputada estadual pelo PSL suspeitas

Uma investigação do Ministério Público Eleitoral (ligado ao MPF e MP/MA), detectou indícios de que o Partido Social Liberal (PSL) tenha usado mulheres como laranjas para concorrer ao cargo de deputada estadual e receber dinheiro público para a campanha nas eleições de 2018.

O Ministério Público Federal (MPF) ouviu oito candidatas a deputada estadual pelo PSL suspeitas. Algumas admitiram que só aceitaram se candidatar para ajudar o partido, como a dona de casa Maria Raimunda. Ela mora na periferia de São Luís e disse que atendeu a um pedido do presidente do PSL e vereador de São Luís, Francisco Carvalho.

“Mas não peguei nada, não. E nem sabia que ia dar isso tudo aí que tá dando, né?”, disse Maria.

Outras mulheres apontadas na investigação são a esposa e a enteada de Francisco Carvalho. Ambas tiveram a candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) porque são funcionárias comissionadas da Prefeitura de São Luís.

O MPE considerou estranho que não foi praticado nenhum ato de campanha durante o mês que antecedeu o indeferimento das candidaturas. O Ministério Público também quer saber se elas receberam dinheiro do fundo partidário para financiar campanha.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios