fbpx
MaranhãoPrincipais Destaques

Maré de sizígia deixa ruas e casas alagadas na Raposa

A maré de sizígia ocorre quando o sol e a lua estão alinhados em relação à Terra.

Moradores do município de Raposa, regão metropolitana de São Luis, acordaram assustados nesse domingo (1º), quando a água do mar invadiu ruas e casas daquela cidade, em decorrência da maré de sizígia, que ocorre quando o sol e a lua estão alinhados em relação à Terra. A água salgada provocou alagamentos, gerando transtornos. A previsão era de 6,6 metros na variação da maré.

Com a maré de sizígia, a água invadiu praças e ruas localizadas às margens da praia. Motoristas tiveram dificuldades para trafegar pelos locais, que estavam tomados pela água salgada. Mesmo nesta situação, ciclistas ainda se arriscavam e passavam por trechos alagados, assim como pedestres. Em muitos pontos, o asfalto não era mais visto devido à presença da água do mar.

Outros transtornos

Além da invasão às casas, as ondas também provocaram outros transtornos, como a destruição do piso em alguns trechos da área costeira. A região do cais foi o mais afetado, porque fica em um plano mais baixo. Devido ao impacto da maré, o solo ficou repleto de desníveis, o que ficou similar aos efeitos de um processo de erosão. A estrutura ficou desgastada pela força das águas.

Esse avanço da maré ocorre durante alguns meses do ano e sempre provoca transtornos. Em março deste ano, por exemplo, a água também invadiu casas, comércio e ruas da Raposa, que é um dos municípios mais afetados quando ocorre a maré de sizígia.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios