MaranhãoPolicialPrincipais DestaquesSão Luís

Polícia prende suspeito de matar monitor da FUNAC no Maranhão

Marcos Pablo Sousa Penha, de 31 anos, foi morto a tiros quando estava a caminho do trabalho, deixando uma esposa grávida e uma filha pequena.

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (18) um dos suspeitos de matar Marcos Pablo de Souza Penha, monitor da Fundação da Criança e do Adolescente (FUNAC). O crime aconteceu em 13 de junho de 2019, quando o monitor ia para o trabalho.

Segundo a polícia, o suspeito foi preso na cidade de Apicum Açú, após um mandado de prisão preventiva. O nome do acusado não foi informado, mas ele foi preso quando estava em companhia de outras duas pessoas durante o assalto a um caminhão de uma empresa transportadora.

Em outro homicídio, ocorrido em agosto de 2019, o preso também teria invadido uma empresa no bairro do Tibiri, em São Luís. Segundo a polícia, ele e outros três comparsas renderam todos os funcionários e executaram Ronald dos Santos Chanches, em razão de disputa de facções.

Sobre a morte do monitor, as investigações apontaram que o acusado matou Marcos Pablo após ser colocado em liberdade da FUNAC no Sítio Nova Vida, em Paço do Lumiar, sendo que o plano já era tramado desde quando ele era interno da unidade.

Marcos Pablo Sousa Penha, de 31 anos, morreu enquanto caminhava no sentido da FUNAC, na companhia de outra pessoa, quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta.

Segundo a polícia, foram pelo menos cinco disparos de arma de fogo contra a vítima. Marcos Pablo morreu no local e o amigo da vítima conseguiu fugir. A princípio, os policiais disseram que nenhum pertence da vítima foi levado.

Marcos Pablo deixou a esposa grávida e uma filha pequena.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios