fbpx
DestaquesMundo

Cúpula do Clima começa com discursos de Biden, Bolsonaro e mais líderes

Evento para discutir estratégias de combate às mudanças climáticas é organizado pelo governo dos Estados Unidos

A Cúpula de Líderes sobre o Clima foi aberta nesta quinta-feira (22), em evento organizado pelo governo dos Estados Unidos. O anfitrião é o presidente Joe Biden, que faz a coordenação do evento. O discurso de abertura ficou sob a responsabilidade da vice-presidente Kamala Harris.

Na abertura, Biden prometeu reduzir as emissões de gases do efeito estufa dos EUA em 50%, em relação aos níveis de 2005, até 2030 e afirmou que os próximos anos farão parte de uma ‘década decisiva’ para o combate às mudanças climáticas. A informação foi antecipada pela CNN.

Além da norte-americano, outros 39 líderes discursam ao longo do dia. Cada governante tem 3 minutos para falar sobre as metas fixadas pelo seu país. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve se pronunciar às 10h.

A Cúpula

O encontro reúne de forma remota os líderes de 40 nações estratégicas para o combate à crise global das mudanças climáticas, seja por seu pioneirismo em ações de enfrentamento à devastação ambiental, ou por serem grandes emissores de gás carbono.

A Índia, um importante aliado do Brasil e integrante do BRICS, também participou do evento e conta com discurso do primeiro-ministro Narendra Modi.

A expectativa é de que a Cúpula seja um ambiente propício para negociações que garantam o aprofundamento dos compromissos firmados no âmbito do Acordo de Paris, com a revisão das metas estabelecidas até 2030 para controlar o aquecimento global dentro do limite de 1,5ºC.

Discurso de Bolsonaro

Alguns países se anteciparam ao evento e já anunciaram novas metas, como o presidente Jair Bolsonaro, que garantiu em troca de cartas com Joe Biden o compromisso de zerar o desmatamento ilegal na Amazônia até 2030.

No entanto, como antecipou o colunista da CNN Caio Junqueira, o discurso de Bolsonaro no painel deverá apresentar três novos anúncios que terão o intuito de sinalizar o engajamento do governo brasileiro com a agenda ambiental mundial.

Segundo informações obtidas pela CNN, o presidente deve duplicar os recursos de fiscalização em áreas de preservação, antecipar a neutralidade climática de 2060 para 2050 e anunciar uma nova meta de redução do desmatamento ilegal para ser executada ainda em 2021.

O governo brasileiro tem com este evento a oportunidade de reposicionar a sua imagem no campo das relações exteriores e, até mesmo, atrair recursos para o cumprimento dos objetivos estipulados.

O encontro tem um enfoque importante de discussão da capacidade de geração de emprego e renda nos países que adotarem a agenda de ação climática, dentre outros planejamentos que busquem a utilização de tecnologia, o cooperativismo internacional e a criação de benefícios econômicos em favor do combate à devastação ambiental.

A Cúpula, portanto, serve para os países abrirem diversas frentes de atuação no enfrentamento ao desequilíbrio ambiental, ao mesmo tempo em que utilizam o evento para se beneficiar politicamente e economicamente.

O presidente norte-americano, por exemplo, cumpre uma promessa de campanha com a organização deste evento e demarca um espaço importante de reposicionamento dos Estados Unidos nas discussões sobre o clima ao redor do mundo — depois de caminhar em sentido oposto durante o governo Donald Trump.

Saiba quem deve discursar:

A partir das 9 horas:

Joe Biden (Estados Unidos)
Harris (Estados Unidos)
Blinken (Estados Unidos)
John Kerry (Estados Unidos)
Guterres (ONU)
Bolsonaro (Brasil) – Discursa por volta das 10h
Xi Jiping (China)
Ursula von der Leyen (União Europeia)
Macron (França)
Merkel (Alemanha)
Modi (Índia)
Putin (Rússia)

A partir das 12h45

John Kerry (Estados Unidos)
Charles Michel (Conselho Europeu)
Georgieva (FMI)
David Malpass (Banco Mundial)
Papa Francisco (Vaticano)

Com informações da CNN
Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios