fbpx
Covid-19MaranhãoPrincipais Destaques

Maranhão tem queda na taxa de ocupação dos leitos para Covid-19

Entretanto, número de óbitos, casos ativos e novos casos confirmados, continuam altos no Estado.

São Luís, Imperatriz e demais regiões do Maranhão tem registrado uma pequena queda nas taxas de ocupação dos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19.

Na Grande Ilha, onde a taxa de ocupação dos leitos de UTI chegou a mais de 95% no mês passado, está em 86% segundo boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (05). Já os leitos de enfermaria está em 74%.

Na cidade de Imperatriz, que chegou a registrar ocupação de quase 100% em março, está com 55% dos leitos de UTI e 34% dos leitos de enfermaria ocupados.

Nas demais regiões do Maranhão, a ocupação dos leitos de UTI está em 53% e os leitos de enfermaria, 29%.

Entretanto, o número de óbitos, de novos casos confirmados e de casos ativos de Covid-19 continuam altos no Estado.

Ainda conforme o boletim desta quarta, foram confirmados novos 35 óbitos pela doença em 22 cidades. Também foram registrados novos 1.142 casos de Covid-19, sendo 140 na Ilha de São Luís, 96 em Imperatriz e 906 nas demais regiões.

Ao todo, o número de casos ativos continua subindo no Maranhão e está em 20.790 casos. Em números totais, desde o início da pandemia o Maranhão já confirmou 270.139 casos do novo coronavírus e 7.438 mortes por complicações da doença.

ÓBITOS

Novos óbitos foram registrados nos seguintes municípios: Imperatriz (1), Caxias (1), Passagem Franca (1), Pinheiro (1), Palmeirândia (1), Santa Helena (1), Viana (1), Cajapió (1), Paço do Lumiar (1), São João Batista (1), Paraibano (1), Campestre do Maranhão (1), Santa Inês (1), Timon (1), São João do Paraíso (1), Coelho Neto (1), Paulo Ramos (1), Olho D’água das Cunhãs (2), Dom Pedro (2), São José de Ribamar (3), Grajaú (3) e São Luís (8).

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios