fbpx
Covid-19MaranhãoPolíticaPrincipais Destaques

Após ser citado na CPI da Pandemia, Flávio Dino mostra documento e diz que ‘vídeo é manipulado’

Em nota, a assessoria do governador disse ainda que 'o vídeo foi manipulado e que não recomendou remédio contra a Covid-19.

Após ser citado na CPI da Pandemia no Senado Federal, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi às redes sociais se posicionar sobre o que foi afirmado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO).

No segundo dia de depoimento do ex-ministro Eduardo Pazuello na CPI, o senador apresentou um vídeo que aparecem Flávio Dino, Wellington Dias e Helder Barbalho, que não se posicionam contra o uso da cloroquina para pacientes com Covid-19. O remédio é ineficaz contra a doença, segundo estudos.

Nas redes sociais, Flávio Dino disse que ‘o vídeo é manipulado’ e que não recomendou o uso da cloroquina para pacientes com Covid-19.

Jamais carreguei caixa de remédio nem tentei empurrar nas pessoas (ou em emas). Não aceito ser nivelado com irresponsáveis”, disse o governador, publicando um parecer técnico assinado em meio do ano passado que não recomandava o uso da medicação em pacientes com sintomas da doença.

Em nota, a assessoria do governo do Maranhão também diz que o vídeo apresentado por Marcos Rogério foi editado, e acrescenta afirmando que a fala de Flávio Dino foi tirada de contexto.

Confira a nota abaixo:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que o vídeo citado foi editado e a fala do governador retirada de contexto. A SES ressalta que o médico é responsável por prescrever medicamentos para tratamento da Covid-19. Portanto, o governador jamais prescreveu qualquer medicamento. A SES informa que estudos científicos indicam a ineficácia da cloroquina para tratamento do paciente Covid-19, com possibilidade, inclusive, de agravamento do quadro clínico. Por fim, a Secretaria reforça que o protocolo adotado para tratamento do paciente da Covid-19 na rede de saúde de gestão estadual segue recomendações científicas.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios