fbpx
MaranhãoPolíticaPrincipais Destaques

Bolsonaro participa de inauguração de ponte que liga o MA e PI

Obra custou aproximadamente R$ 60 milhões e foi inaugurada nesta quinta-feira (20) na presença de ministros e políticos locais.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou o Maranhão nesta quinta-feira (20) para a entrega da ponte sobre o Rio Parnaíba, na BR-235, conhecida como ‘Ponte Estaiada, que liga a região do sul do Maranhão ao Piauí.

A ponte liga os municípios de Alto Parnaíba (MA) e Santa Filomena (PI), que ficam localizados a mais de 855 km de São Luís.

Bolsonaro vai participar da inauguração da ponte sobre o Rio Parnaíba, na BR-235, que liga os estados do Maranhão e Piauí. — Foto: Divulgação/Governo Federal
Ponte sobre o Rio Parnaíba, na BR-235, que liga os estados do Maranhão e Piauí.(Foto: Divulgação)

O presidente inaugurou a ponte por volta das 12h30 ao lado dos ministros Fábio Faria, das Comunicações; Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, General Augusto Heleno, ministro chefe do GSI; o vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro e políticos locais.

Antes da chegada ao evento, a comitiva presidencial fez uma escala em Palmas, no Tocantins. Sem máscara, Bolsonaro cumprimentou apoiadores e provocou aglomeração no aeroporto. Em seguida, ele embarcou em um helicóptero com destino ao Maranhão.

Em Alto Parnaíba, o presidente desfilou na garupa de uma moto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) a pé, sem capacete e máscara, ação similar a feita recentemente na Bahia e Mato Grosso, quando, em pé na porta de caminhonete, acionava a apoiadores.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a ponte começou a ser construída em 2019 e possui 185 metros. Aproximadamente R$ 60 milhões foram investidos na construção.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios