fbpx
PolicialPrincipais Destaques

Policial militar do Maranhão é preso ao tentar fraudar concurso da PM no Pará

O homem teria feito a prova no lugar de um candidato que estava inscrito, o que caracteriza falsidade ideológica.

Um policial militar vindo do Maranhão, foi preso neste domingo (6) em Redenção, no sul do Pará, ao tentar fraudar o concurso público da Polícia Militar do Estado.

Segundo informações da polícia do Pará, o homem teria feito a prova no lugar de um candidato que estava inscrito, o que caracteriza falsidade ideológica.

As provas do certame foram realizadas neste domingo, 6, em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

A PM de Redenção apurou junto ao Núcleo de Inteligência de Marabá, sobre a tentativa de fraude do concurso que tem como objetivo preencher 2.310 vagas para praças da PM do Pará.

Policiais montaram uma campana próxima da Escola Carlos Ribeiro, que fica no setor Serrinha, local onde a tentativa frustrada de fraude foi realizada.

O suspeito foi abordado depois de realizar a prova, e os policiais militares constataram que ele na verdade se chama Alan Jonathas Reis Nery, e é soldado da PM do Maranhão, lotado no 12° Batalhão da PM em Estreito, a 750 km de São Luís.

Na tentativa de fraude, Alan se passava por Eriberto Carneiro dos Santos Júnior, de 25 anos, também natural do Maranhão, que até então não foi encontrado.

O acusado foi apreendido com uma pistola Taurus, calibre 40, pertencente à PM do Maranhão; um carregador de pistola; nove munições calibre 40 intactas; um carro Honda City; documentos de identificação supostamente falsos; um comprovante de inscrição no concurso da PMPA; um par de óculos de sol e um caderno de questões do exame.

Alan se encontra detido em Redenção, onde vai responder pelo crime de falsidade ideológica, podendo ser expulso da corporação que trabalha.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Ler Mais

RELACIONADAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios