Entretenimento

Angela Bismarchi vira pastora: ‘Eu era uma pecadora e não sabia’

No último fim de semana, ela foi discipulada na Primeira Igreja Batista com outras 14 mulheres.

Foram três anos estudando diariamente a Bíblia durante pelo menos três horas. E, finalmente, Angela Bismarchi tem nas mãos o diploma de Teologia e um certificado que confere a ela a credencial para ser pastora. “O ano de 2018 foi o que mais me dediquei à igreja e ao estudo do evangelho. Chego em 2019 pronta para estar ainda mais perto do meu objetivo que é servir a Deus. Já posso ser pastora”, conta ela, entusiasmada.

O passado de fotos sensuais, do corpo nu nos desfiles de carnaval, as polêmicas… Tudo isso está sepultado, garante Angela. “Hoje, muitas pessoas vêm me pedir conselhos e orientação, assim como eu fazia com meus pastores. Me arrependo do que fiz e o que fui. Eu era uma pecadora, mas não sabia”, analisa: “Eu tenho um chamado e creio nele”.

No último fim de semana, ela foi discipulada na Primeira Igreja Batista com outras 14 mulheres. Angela pretende, agora, participar das obras que o ministério feminino propaga. “Cerca de duas mil pessoas estavam presentes, lotando a igreja. O tema de todo o curso foi a fé e os desafios diários de se manter nela. Porque sem fé é impossível agradar a Deus e caminhar com Ele”, justifica.

Para se ter uma ideia, Angela não recorre ao bisturi desde que se converteu, em 2015. Logo ela que ficou famosa pelo número de cirurgias plásticas que fez. “Eu só me preocupava em ser bonita por fora. Mas por dentro eu estava morta”, exagera: “Hoje entendo que aquilo tudo era passageiro e não me trazia felicidade”.

Não espere, no entanto, que ela apareça por aí sem um trato no visual. “Não é porque sou evangélica que vou ficar gorda! A própria Bíblia diz que devemos cuidar do nosso corpo. Mas hoje optei por focar na saúde. Faço exercícios, como direito, não fumo, não bebo, não me drogo. Aliás, nunca fiz isso”, garante.

A beleza era uma questão fundamental, um objetivo cada vez maior. O que levou Angela a ter muitos seguidores nas redes sociais. Desde que se converteu, no entanto, ela viu o número de pessoas em seu perfil no Instagram, por exemplo, minguar. “Sinceramente, me interessa quem quer seguir essa Angela verdadeira. A que é bonita por fora, mas muito mais bonita por dentro. E isso fama alguma paga. Hoje eu sou feliz. Antes, eu só existia”.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close