Mundo

Caixas-pretas de avião que caiu na Etiópia são encontradas

157 pessoas morreram na queda da aeronave que tinha deixado a capital da Etiópia, Adis Abeba, com destino a Nairobi (Quênia).

As caixas-pretas do avião que caiu após decolar da capital da Etiópia, Adis Abeba, foram encontradas, informou a companhia Ethiopian Airlines nesta segunda-feira (11). Os gravadores de dados de voo digital e de voz da cabine podem ajudar a esclarecer a tragédia, ocorrida no domingo (10), que deixou 157 mortos.

As autoridades de aviação da China, Indonésia e Etiópia ordenaram que as companhias aéreas de seus países suspendam os voos com o Boeing 737 MAX 8 , que é a versão mais recente do avião comercial mais vendido no mundo, de acordo com a agência Associated Press.

A Gol é a única companhia aérea brasileira que utiliza o Boeing 737 MAX 8 e já opera com sete aviões do modelo preferencialmente em rotas para os Estados Unidos, América do Sul e Caribe.

O avião era do mesmo modelo do que caiu na Indonésia em 29 outubro, deixando 189 mortos. A aeronave pertencia à companhia Lion Air e tinha três meses de uso – a investigação ainda não chegou a uma conclusão sobre a causa da tragédia.

Os 8 tripulantes e os 149 passageiros que estavam a bordo do Boeing 737 MAX 8 morreram. Entre os passageiros, estavam cidadãos de mais de 30 países (não havia brasileiros).

Equipe com investigadores retira nesta segunda-feira (11) pneu do local do acidente com voo da Ethiopian Airlines Bishoftu — Foto: Tiksa Negeri/ Reuters

 

Com informações do G1

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close