Política

Câmara aprova projeto que institui o Dia Nacional do Maracatu

O relator do projeto Rubens Pereira Júnior defende que a ideia é valorizar a identidade brasileira.

Reportagem
Paula Bittar

Uma proposta aprovada pela Câmara cria o Dia Nacional do Maracatu, a ser celebrado em todo o território nacional, anualmente, no dia 1º de agosto (PL 7133/17). A data já é comemorada em Pernambuco desde 1997, por causa de uma lei estadual. O objetivo, agora, é que as celebrações alcancem todo o país.

O relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça deputado Rubens Pereira Júnior, do PCdoB do Maranhão, defende que a ideia é valorizar a identidade brasileira.

Rubens Pereira Júnior

”A importância de termos um dia nacional é o cumprimento de um dispositivo da Constituição Federal, onde diz que é a lei que vai dispor sobre as datas comemorativas, de alta significação pra diferentes segmentos étnico-nacionais. É uma forma de promover a nossa cultura por meio do resgate da nossa memória, da afirmação da nossa cidadania, e da valorização da identidade brasileira” –

Para Mestra Joana, nada mais justo que levar mais conhecimento a respeito dessa manifestação cultural tipicamente brasileira, a todos os rincões do País.

”O maracatu é comunidade, maracatu é luta, é resistência. Através do maracatu, a gente proporciona novos caminhos e salva vidas de verdade, de fato. Temos vários jovens e adolescentes nossos que estão pelo Brasil afora dando oficinas de maracatu. Para além do tocar, o maracatu traz essa conscientização da negritude, a conscientização do meio ambiente, a gente trabalha no geral através do maracatu” – Mestre Joana:

A proposta que cria o Dia Nacional do Maracatu, em primeiro de agosto, já passou pelas comissões e pode ir para análise do Senado. A não ser que haja um recurso para votação, antes, pelo plenário da Câmara.

 

 

Deixe Aqui Seu Comentário
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close