BrasilPrincipais Destaques

Campanha de vacinação contra sarampo para adultos é boato, afirma governo

A campanha contra o Sarampo e a Poliomielite, que ocorrerá de 6 a 31 de agosto, tem como público-alvo crianças de 1 ano a menores de 5 anos, ou seja, até 4 anos, 11 meses e 29 dias.

O Palácio do Planalto divulgou um informe para desmentir boatos de que haverá uma campanha de vacinação contra o sarampo para adultos no Brasil. A campanha contra o Sarampo e a Poliomielite, que ocorrerá de 6 a 31 de agosto, tem como público-alvo crianças de 1 ano a menores de 5 anos, ou seja, até 4 anos, 11 meses e 29 dias.

São as crianças nesta idade as mais vulneráveis ao sarampo. As pessoas fora da faixa etária da campanha que estão com esquema vacinal completo não precisam vacinar novamente. Contudo, adolescentes e adultos que não tomaram as duas doses na infância deve tomar a vacina contra o sarampo.

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, o infectologista Renato Kfouri, explica que os adultos devem se vacinar no período fora da campanha das crianças.

O especialista alerta que o adulto também deve se vacinar caso não lembre ou não possa comprovar as duas doses que deveria ter tomado na infância.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Mas, o país voltou a registrar casos a partir de 2017.

Até o dia 17 de julho deste ano, o Ministério da Saúde havia confirmado 677 casos de sarampo no país, sendo 444 no Amazonas e 216 em Roraima, onde estão os surtos da doença. O ministério informa que os casos são importados, pois ficou comprovado que o vírus é o mesmo que circula na Venezuela e entrou no país pela imigração. O ministério também registrou casos isolados em 4 estados: 7 casos no Rio de Janeiro, 1 em São Paulo, 8 no Rio grande do Sul e 1 em Rondônia. 2.724 casos suspeitos da doença ainda estão em investigação.

Diante dos surtos em Roraima e Amazonas, os estados anteciparam a campanha nacional prevista para agosto. A capital São Luis, do estado do Maranhão, também antecipou a campanha para esta semana.

Os locais que anteciparam a campanha também vão participar da mobilização nacional, que começa dia 6 de agosto.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close