GRANDE RIO HONDA
CidadesMaranhão

Colinas e São João dos Patos ganham núcleos da Defensoria Pública do Estado

Com essas inaugurações, a DPE está presente em 43 comarcas, beneficiando 92 municípios

Acesso a direitos pertinho de casa. Agora os moradores de São João dos Patos e Colinas podem contar com os serviços da Defensoria Pública do Estado (DPE) sem se deslocarem para outros municípios. Isso porque as cidades receberam, nesta segunda-feira (05), dois núcleos regionais ecológicos da DPE, que beneficiarão cerca de cem mil pessoas.

O projeto teve a parceria do governo do Maranhão, por meio da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), com a disponibilização de mão de obra carcerária para a confecção de mobiliários dos núcleos.

O vice-governador Carlos Brandão  representou o governador Flávio Dino nas solenidades de entrega. “Esses núcleos representam a garantia de cidadania ao nosso povo, que não precisa mais sair da sua cidade para ter acesso a direitos. O Governo entende essa necessidade e colabora para que mais regiões recebam os serviços da Defensoria”, ressaltou Carlos Brandão.

Com essas inaugurações, a DPE está presente em 43 comarcas, beneficiando 92 municípios, considerando os termos judiciários. Os investimentos para a estruturação das duas unidades somam pouco mais de R$ 710 mil, recursos garantidos durante as audiências públicas do Orçamento Participativo de 2019.

De acordo com o defensor-geral do Estado, Alberto Pessoa Bastos, a interiorização da DPE conta com o apoio do governo do Maranhão e atende a um comando constitucional, que determina a existência de unidades da instituição em todas as comarcas brasileiras até 2022.

“O governo do Estado tem papel fundamental nesse processo, pois democratiza o orçamento para atender demandas eleitas pela sociedade durante as audiências públicas  do Orçamento Participativo”, destacou o defensor.

Sustentabilidade e economicidade

Os novos núcleos integram o projeto Defensoria Perto de Você, que consiste na interiorização dos serviços da instituição a partir da estruturação de núcleos regionais em contêineres, obra considerada mais limpa e 60% mais barata que uma construção de alvenaria dos mesmos moldes. Soma-se a isso menores custos com energia elétrica, já que as instalações dispõem de placas solares.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios