Política

Deputado Cleber Verde participa de Sessão em homenagem aos 65 anos da Record

A rede de televisão foi elogiada pelos senadores por sua seriedade e compromisso com a verdade

O deputado Cleber Verde (PRB-MA), prestigiou a Sessão Solene do Congresso Nacional em homenagem a Record TV, nesta quinta-feira (8), por seus 65 anos de existência. A rede de televisão foi elogiada pelos senadores por sua seriedade e compromisso com a verdade na cobertura jornalística e também pelo bom conteúdo de entretenimento que produziu e ainda produz.

O deputado Cleber Verde, destacou que o trabalho desenvolvido pela TV Record é fundamental para o Brasil.

A TV Record leva entretenimento, cultura, informação e tem um trabalho jornalístico muito imparcial que ao mesmo tempo, nos ajuda muito na formação de uma consciência critica, por isso, esse trabalho da Record é essencial para o Brasil — destacou.

O autor do requerimento que solicitou a realização da Sessão, o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), lembrou que a Record, desde a sua fundação em 1953 pelo empresário Paulo Machado de Carvalho, buscou cumprir um papel de vanguarda na comunicação. Foi a primeira emissora a realizar no Brasil uma transmissão externa de um jogo de futebol, o que ocorreu em 1955, da Vila Belmiro, ao transmitir uma partida entre Santos e Palmeiras. Outra cobertura histórica da emissora, a inauguração de Brasília em 1960, também foi ressaltada por Lopes, quando, entre outros feitos, foi veiculada uma entrevista ao vivo com o então presidente Juscelino Kubitschek.

O deputado Celso Russomanno (PRB-SP), que ainda trabalha para o jornalismo da emissora, lembrou o seu início na Record TV, quando foi contratado para “mudar a cara” do jornalismo e criou o Programa Cidade Alerta.

— Estou lá há muitos anos fazendo a Patrulha do Consumidor e tenho muito orgulho de dizer que trabalho numa emissora de televisão que tem total liberdade para falar, total liberdade para trazer as questões que afligem o povo brasileiro sem nenhum tipo de censura — afirmou.

O presidente da Record TV, Luiz Cláudio Costa, afirmou que a emissora oferece lazer, informação e prestação de serviço de utilidade pública ao país e disse que a história da TV se confunde com a história da Record. Ele homenageou o empresário Demerval Gonçalves, um dos fundadores da emissora, que morreu em outubro deste ano.

Estavam ainda presentes os presidentes, do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamachia, o presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), Márcio Novaes; o superintendente institucional da Record TV, André Luiz Duarte Dias; e a representante do elenco artístico da emissora, a apresentadora Ana Hickmann.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close