Entretenimento

“Dragon Ball Super Broly” é marcado por muitas lutas e pouco enredo

Animação japonesa estreia nesta quinta-feira (03) nos cinemas.

Mais uma vez, a animação japonesa “Dragon Ball” ganha espaço nas telas de cinema. O novo longa “Super Broly” tem como protagonista um dos Saiyajins mais poderosos da história: Broly, filho de Paragas, que esconde um grande segredo.

No início da vida adulta, Broly tem dificuldades para controlar sua força durante uma luta. Até então, a construção do personagem é interessante e mostra a jornada dele para se tornar um dos grandes vilões da série de Akira Toriyama.

Goku e Vegeta continuam mais entrosados do que nunca. A parceria dos personagens, tanto nas lutas quanto em momentos descontraídos, acaba gerando um clima de humor.

O que pesa na maior parte da animação são as cenas de luta. Mas isso acaba deixando a desejar quando se fala em enredo. As batalhas entre os guerreiros Saiyajins tomam grande parte do filme e acabam não contando tanta história. É claro que sempre existe um motivo para as brigas e a guerra, mas isso é irrisório em relação às cenas de luta.

Não é nenhuma novidade, mas o vilão neste longa é Freeza, que mais uma vez tenta roubar as esferas do dragão para realizar um desejo um tanto cômico. Mas para descobrir, é necessário assistir. Melhor não dar nenhum spoiler.

De qualquer forma, a animação é muito bem-feita. As cenas de luta são lindas e com trilha sonora sensacional. Vale a pena conferir. A partir desta quinta-feira (3) nos cinemas.

Tem estreia também do longa “A Nossa Espera”. A história é sobre Olivier, o funcionário de uma fábrica que, por ser politizado, acaba batendo de frente com os superiores, muitas vezes para defender os colegas de trabalho. De repente, Laura, esposa de Olivier desaparece e ele se vê na necessidade de conciliar o trabalho e a criação dos filhos.

Outra novidade é o original Netflix “Inspire, Expire”. Um filme sobre duas mulheres que têm suas vidas entrelaçadas. Uma é mãe islandesa, que cria a criança sozinha. A outra é uma refugiada de Guiné Bissau que está prestes a ser deportada. A partir do dia 4 de janeiro na plataforma.

As informações são da Agência do Rádio

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close