Entretenimento

Entra em cartaz o primeiro filme brasileiro de ação baseado em quadrinhos

Além de poder assistir nos cinemas neste ano, em 2019 vai ser exibida a série “O Doutrinador” pelo Canal Space.

Está em cartaz nos cinemas o primeiro filme brasileiro de ação baseado em um personagem de histórias em quadrinhos, chamado “O Doutrinador”.

O personagem principal é interpretado por Kiko Pissolato, que é um anti-herói que persegue políticos e empresários corruptos. É o que explica o diretor do filme, Gustavo Bonafé.

“O Doutrinador é um filme baseado em uma história em quadrinhos, uma HQ, criada pelo Luciano Cunha; e ele é basicamente um anti-herói assassino de político. Ele conta a história desse cara, que sofre uma decepção muito grande, não só com a política, mas um trauma mesmo familiar e acaba perdendo um pouco a cabeça e resolve ver as coisas com base na violência.”

Gustavo Bonafé conta também que quem for conferir o filme vai ver várias cenas de ação, planejadas minunciosamente pelo “O Doutrinador” – personagem que é interpretado por Kiko Pissolato. De acordo com o diretor, o filme conta com um excelente elenco, com alguns atores e atrizes conhecidos e outros nem tanto assim, mas que foram muito comprometidos com seus papéis, para proporcionar uma certa reflexão sobre a corrupção e o quanto ela faz mal para o nosso país.

“O Kiko tem este físico de herói, né E é um cara, um ator super dedicado, um cara que gosta muito do que faz. Inclusive as cenas de ação, toda vez que eu podia, ele descartava a presença do dublê, porque ele queria fazer ele mesmo, com as próprias mãos. A gente tem atores famosos. Tem uma participação incrível do Dudu Moscovis (Eduardo Moscovis), ele faz o papel de um governador corrupto; tem o Carlos Betão, que é um ator baiano, que até estava na novela da Globo, que faz um grande vilão do filme também, o Otero Gomes; Tem também a Helena Ranaldi, que é incrível; temos a Tainá Medina, que é uma menina também maravilhosa, que foi outra surprezássa para mim, era uma atriz que eu não conhecia, uma atriz jovem, carioca, que faz a Nina, que é uma parceira do Miguel, do Doutrinador, no filme, ela faz o papel de uma hacker que acaba ajudando o Doutrinador a conseguir as coisas que ele quer, fazer esta vingança dele; Marília Gabriela faz uma participação interessantíssima também como uma juíza; Tuca Andrada, que faz um delegado; temos o Samuel (Samuel de Assis) que faz o papel do Edu, que é o parceiro do Miguel. A gente tem um elenco grande aí de atores e atrizes muito talentosos, foi uma alegria para mim! A criança, que é a Helena, que é uma ótima atriz também; um papel dificílimo para uma criança da idade dela. Foi uma das coisas mais difíceis do filme, sabe? Escolher esta criança, porque tem cenas difíceis para ela fazer, né? Mas no final deu certo.”

Além de poder assistir nos cinemas neste ano, em 2019 vai ser exibida a série “O Doutrinador” pelo Canal Space.

Reportagem, Cintia Moreira

Agência do Rádio

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close