PolíticaPrincipais Destaques

Ex-prefeita Lidiane Leite participa de audiência em Bom Jardim

Ela responde por processos em desvios de verbas da Educação por meio de fraudes em licitações e por irregularidades no aluguel de veículos para a Prefeitura de Bom Jardim.

Foi realizada nessa quinta-feira (13) na cidade de Bom Jardim, a audiência de um dos processos que tem como réus a ex-prefeita da cidade, Lidiane Leite, e o ex-companheiro dela e ex-secretário de Assuntos Políticos, Beto Rocha. Neste processo, eles respondem por desvios de verbas da Educação por meio de fraudes em licitações de reformas de escolas e também por irregularidades no aluguel de veículos para a Prefeitura de Bom Jardim.

O Ministério Público diz que tudo começou quando em 2012 Beto Rocha foi impedido de ser candidato e para ter alguém da confiança dele na prefeitura indicou como substituta Lidiane, que na época era mulher dele. Eleita, Lidiane Leite nomeou Beto como secretário e chefe da Comissão de Licitação.

Segundo o promotor de Justiça, Fábio Santos de Oliveira, nos processos estão sendo apurados a falta de prestação de serviços por meio dos veículos que não foram utilizados e ainda a reforma que não ocorreu nas três escolas que estavam licitadas no valor de 1 milhão e 300 mil. O processo está agora na fase de instrução em que a acusação e defesa apresentam seus argumentos e alegações. Após ouvir o Ministério Público, os réus, os advogados dos réus e as testemunhas o juiz então marcará o julgamento.

Apesar de Lidiane Leite afirmar ser vítima ao alegar que apenas cumpria ordens e que quem mandava de fato na prefeitura era Beto Rocha, na acusação o promotor Fábio Santos diz que ela participou ativamente e se beneficiou do esquema. O advogado de Lidiane, Berilo Freitas, argumenta que a ex-prefeita não tinha poder de decisão na Prefeitura de Bom Jardim. A última audiência de instrução do processo foi marcada para o próximo dia 30 de outubro.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close