WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
BrasilDestaques

Governo do Acre decreta estado de emergência devido à estiagem e queimadas

Esta é a segunda vez que o Estado decreta emergência devido às queimadas.

O governo do Acre decretou, na manhã desta sexta-feira (23), estado de emergência devido ao período de estiagem no estado e o número de queimadas. A publicação foi divulgada no Diário Oficial do estado e o governador Gladson Cameli fez uma coletiva para falar sobre a situação das cidades.

O decreto leva em consideração a escassez de chuva, a baixa umidade relativa do ar e as queimadas. Na manhã desta sexta-feira, o rio Acre chegou a 1,55 metro.

“Os meses de agosto e setembro são historicamente de maior criticidade de ocorrência de incêndios florestais e queimadas urbanas, devido aos baixos índices de precipitação pluviométrica e fluviométrica, em consequência a baixa umidade relativa do ar e a elevada emissão de monóxido de carbono e material particulado no ar”, pontua.

Agora, o governador tem 10 dias para mandar o relatório ao governo federal para que ele reconheça ou não a situação de emergência. Esta é a segunda vez que o Estado decreta emergência devido às queimadas. Em 2005, houve um pedido, mas a União não reconheceu a situação e Estado teve que usar recursos próprios.

Em 2016, houve um decreto de emergência, mas foi devido à seca histórica registrada no estado.

O anúncio de estado de emergência ocorre uma semana depois do governo ter decretado estado de alerta ambiental – no último dia 16. Com a medida, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) pôde pedir apoio técnico e logístico do estado para combater e controlar os incêndios ambientais.

Recursos
O secretário do Meio Ambiente do Acre, Israel Milani, disse que, após montar a sala de monitoramento foi possível ter uma ideia real do cenário.

“Com esse centro conseguimos, em tempo real, fazer o diagnóstico de tudo que vinha sendo desenhado no estado e em nível nacional. Com isso, há cerca de 20 dias observou-se situações climáticas que poderiam acarretar em um descontrole, como baixa umidade do ar, ausência de chuvas por um tempo prolongado, chuvas abaixo da média histórica e número de focos de calor”, explica.

Então, todas as secretarias reuniram planos de ação. Milani diz que, em conversa com o Corpo de Bombeiros, foi sugerido o decreto para facilitar o pedido de recursos federais. A Reserva Extrativista Chico Medes também tem concentrado alto número de queimadas, segundo o secretário.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Acre, coronel Carlos Batista, disse que um evento na próxima semana deve reunir gestores não só de outros estados, mas também de outros países.

“Esse decreto fortalece a solicitação de recursos do governo federal para fazer o enfrentamento de queimadas e incêndios florestais para fortalecermos as ações”, diz.

Cameli disse ainda que está antecipando os fatos para evitar que o governo tenha parecido omisso diante da situação em que se encontra o estado.

“Eu tô fazendo solicitação de equipamentos modernos. O presidente da Argentina já se colocou à disposição. Vamos bater na porta de todos. Antecipando todos os fatos, como estão querendo politizar a situação, é evitar qualquer tipo de discussão e transtorno”, diz.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios