Cidades

Laudo aponta que curto-circuito pode ter causado incêndio em hospital em Imperatriz

Incêndio no Hospital Municipal Infantil de Imperatriz aconteceu no último dia 2 de março.

O laudo preliminar do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim) aponta que um curto-circuito pode ter causado o incêndio do Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, no último dia 2 de março. Na ocasião, cerca de 32 crianças internadas na ala infantil e 28 adultos internados na ala ortopédica e cardiovascular foram removidos do local.

Segundo o perito criminal do Icrim, Adeilton Moreira, o laudo do prédio, que também é conhecido na cidade como “Socorrinho”, deve sair em um prazo de 10 dias, mas a avaliação preliminar apurou que um curto-circuito causou o incêndio.

A avaliação do perito aponta ainda que as instalações técnicas do andar onde ocorreu o incêndio estão fora do padrão. Para concluir o trabalho falta ter acesso ao prontuário de instalação elétrica e a documentação de manutenção do prédio. O laudo será entregue ao 1º Distrito Policial que deve continuar as investigações.

O Corpo de Bombeiros de Imperatriz ainda não realizou perícia no local do incêndio. De acordo com o comando, o profissional que faz este trabalho na região está com problemas de saúde. Um outro perito foi solicitado ao Corpo de Bombeiros da capital.

Na última semana uma vistoria técnica para avaliar as condições de segurança contra incêndio foi feita pelos bombeiros no local. Enquanto isso, o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) expediu uma Recomendação ao Município solicitando providências para resolver os danos causados pelo incêndio. No documento, a Promotoria Especializada em Defesa da Saúde pede medidas urgentes par garantir o retorno dos atendimentos médicos na instituição. Os pacientes ainda estão sendo recebidos no Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Sobre a Recomendação do Ministério Público, a Prefeitura disse que tem manifestado a disposição em deixar o prédio em condições de realizar atendimentos clínicos e de internação pediátrica desde o primeiro dia útil após o incêndio. Sobre o laudo do Icrim, a Prefeitura informou que não tomou conhecimento oficialmente e por isso não pode ainda se manifestar sobre o assunto. Quanto às recomendações do Corpo de Bombeiros, estão dentro das providências que já vinham sendo tomadas nas reformas realizadas em outras partes do prédio.

O caso
Um incêndio atingiu o Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, o Socorrinho, na noite do dia 2 de março. O fogo tomou conta de uma parte do terceiro andar do prédio, que realiza atendimentos em pacientes de Imperatriz e regiões próximas.

Por medida de segurança, todos os pacientes e funcionários deixaram o hospital. Crianças internadas na ala infantil e 28 adultos internados na ala ortopédica e cardiovascular foram removidos do local.

No dia do incêndio, os pacientes foram transferidos para a Unidade de Pronto Atendimento de Imperatriz (UPA), o Hospital Macrorregional e o Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão).

As informações são do G1/MA

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close