CidadesPrincipais Destaques

Maranhão já registra 25 casos de feminicídio em 2018

O crime do feminicídio foi definido legalmente em 2015 como assassinato de mulheres por motivos de desigualdade de gênero e tipificado como crime hediondo.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, desde o começo do ano já foram registrados 25 casos de feminicídio no estado. Em 2016 foram 46 casos e em 2017 foram 50 casos registrados.

Em junho do ano passado, um caso que chocou a cidade, foi a morte de Andreia Teixeira que foi assassinada a golpes de facão por Ivar de Matos, no bairro do Coroadinho, com quem conviveu por mais de 12 anos. O crime foi cometido porque o homem não aceitava o fim do relacionamento. Ainda segundo os dados da Secretaria, na maioria dos casos, o autor do crime é o companheiro ou o ex-companheiro da mulher. Ivar foi preso e condenado a 20 anos de prisão.

Em São Luis, denúncias de agressão contra a mulher podem ser feitas na Casa da Mulher Brasileira, localizada no bairro do Jaracati. A mulher pode formalizar a denúncia e pedir medida protetiva de urgência, quando necessário. Em caso de descumprimento por parte do agressor em se afastar da vítima, é decretada a prisão preventiva.

Na última terça-feira, a lei Maria da Penha completou 12 anos e órgãos de proteção à mulher discutiram sobre questões sociais e jurídicas que refletem o aumento do número de casos no estado.

O crime do feminicídio foi definido legalmente em 2015 como assassinato de mulheres por motivos de desigualdade de gênero e tipificado como crime hediondo.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close