Anatel divulga que Nordeste foi a região com mais acessos em TV por assinatura no Brasil

Mercado de internet no Nordeste tem maior participação dos ISPs.

Dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre acessos, e a densidade destes acessos, de TV por assinatura no Brasil, destaca que os pequenos e médios provedores de internet, os ISPs, têm conquistado maior participação no mercado de internet e TV, chegando a ser responsáveis pelo maior número de assinaturas em algumas regiões, como a Nordeste, tirando espaço dos grandes players ao oferecer melhor atendimento e mais competitividade pelo apelo de empresa regional.

De acordo com um levantamento da MultTv, empresa líder no segmento de compartilhamento de headend, apostar na inclusão de TV por assinatura na operação dos provedores de internet regional é uma estratégia que permite crescimento de faturamento, fidelização da base de clientes, melhoria da imagem corporativa e sem a necessidade de aumentar as equipes.

“O compartilhamento de headend tem possibilitado que ISPs de todo o Brasil passem a competir de igual para igual com os líderes de mercado. A estratégia permite um crescimento médio de 30% no faturamento dos provedores que, ao oferecerem aos clientes da base o serviço de TV, mantém a cartela de clientes na empresa, que não precisam mais trocar de fornecedor para encontrar internet e TV em um único local. Além da fidelização, a inclusão do serviço leva aos assinantes a tranquilidade de um atendimento personalizado e de qualidade, realizado por uma empresa da região”, destaca Marcelo Rodrigues, diretor comercial da MultTv.

Fortaleza (CE), Natal (RN), Teresina (PI) e Aracaju (SE), são quatro importantes capitais nordestinas que apresentam números interessantes de market share pelos menores provedores. No caso da capital do estado do Ceará, quase 50% de todos os assinantes de banda larga utilizam serviços de pequenos e médios provedores de internet. Em Teresina e Natal, os líderes de mercado são os menores ISPs que, juntos, controlam cerca de 40% e 37% de todos os clientes de banda larga, respectivamente. Em Aracaju, capital do estado de Sergipe, 1 a cada 4 assinantes de internet banda larga opta pelo serviço de um pequeno ou médio provedor.

“Os dados da ANATEL vão muito de encontro com a realidade que temos observado dentro da MultTv. Desde o ano passado, nossa participação no mercado da região Nordeste tem crescido muito e é possível enxergar a democratização de acesso à TV por assinatura que temos promovido ao levar aos ISPs a oportunidade de inclusão de novos serviços às suas bases de clientes. Queremos continuar fortalecendo os pequenos e médios provedores, para que possam ter mais competitividade de mercado e esse é o nosso foco, auxiliar as empresas regionais a crescerem”, reforça Rodrigues.

Os dados que foram divulgados pela ANATEL sobre acessos e a densidade de acessos (número de acessos por cada 100 domicílios) no setor de TV por assinatura reforçam a grande possibilidade de adicionar a oferta deste serviço pelos menores ISPs. A região Nordeste foi a que mais cresceu entre as 5 regiões brasileiras no mês de julho, quando comparado a junho deste ano e julho de 2020. No comparativo mensal, os acessos e a densidade foram 59,9% maiores, enquanto no comparativo anual foram 61% maiores. O Nordeste se mostra, mais uma vez, uma região com números interessantes no setor de TV por assinatura.

Vale destacar que todas as regiões apresentaram números positivos no comparativo com o mês passado nos valores de densidade e acessos.

Sobre a MultTV – A MultTv é uma empresa especializada em compartilhamento de headend que busca viabilizar a oferta de TV por assinatura a custos acessíveis. A companhia, que opera desde 2015, tem um modelo de negócio único, atuando em parceria com a SES (empresa de satélites reconhecida mundialmente) e apoio da Associação NEO e de programadoras de TV.

 

Com informações do Maranhão Hoje