Auxílio emergencial: 650 mil pessoas serão obrigadas a devolver benefício

Governo anunciou que vai notificar por SMS as pessoas que receberam o auxílio indevidamente.

Até quinta-feira, o Ministério da Cidadania vai enviar mensagens de celular, via SMS, para orientar pessoas que receberam indevidamente o auxílio emergencial a devolverem o dinheiro aos cofres públicos.

As mensagens serão encaminhadas para pessoas com indicativo de que tenham recebido um segundo benefício assistencial do Governo Federal, como aposentadoria, seguro desemprego ou Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, ou aquelas com vínculo empregatício na data em que solicitaram o auxílio emergencial, ou ainda, pessoas que tenham renda incompatível com o recebimento do benefício.

A expectativa é que cerca de 650 mil pessoas sejam notificadas.

Esse público pertence ao grupo que se cadastrou via meios digitais para receber o auxílio.

Para ter certeza que a mensagem é do Ministério da Cidadania, é preciso prestar atenção em alguns detalhes: um deles é conferir se o seu CPF está correto.

Também é importante observar o número do remetente. As mensagens serão enviadas pelos números 28041 ou 28042. Qualquer SMS enviado de canal diferente deve ser desconsiderado.