Final da Liga dos Campeões é transferida de São Petersburgo para Paris

Jogo foi retirado de São Petersburgo em função da invasão russa

Por conta dos conflitos entre Rússia e Ucrânia, a Uefa realizou uma reunião e transferiu a final da Liga dos Campeões de São Petersburgo, cidade russa, para o Stade de France, localizado em Paris, na França.

A decisão, que estava programada para a Gazprom Arena, estádio que recebeu várias partidas da Eurocopa no ano passado, acontecerá no dia 28 de maio. Em um comunicado oficial, a entidade explicou e confirmou a medida.

"A Uefa deseja expressar os seus agradecimentos e apreço ao Presidente da República Francesa, Emmanuel Macron, pelo seu apoio pessoal e empenho em transferir o jogo mais prestigiado do futebol europeu de clubes para França num momento de crise sem precedentes", informou a nota.

O presidente da federação russa de futebol, Vyacheslav Koloskov, falou sobre a alteração do local e acatou a escolha, apesar de não ver "razões legais" para tal ato.

"Esperava algo assim, embora não haja razões legais para esta decisão. Não violamos nenhuma regra, mas há pressões sobre a Uefa. Em geral, acho que foi uma decisão correta», garantiu Koloskov.

Também foi declarado que clubes e seleções da Rússia e da Ucrânia devem mandar seus jogos em campo neutro "até novo aviso". Sendo assim, o confronto entre russos e poloneses pelas eliminatórias europeias, marcado para o dia 24 de março em Moscou, terá que ser transferido.

"O Comitê Executivo da UEFA decidiu ainda permanecer de prontidão para convocar novas reuniões extraordinárias, sempre que necessário, para reavaliar a situação legal e factual à medida que evolui e adotar novas decisões conforme necessário", concluiu a entidade.