Lições para depois da pandemia

Por Zé Reinaldo

Pois é! O problema é que ninguém sabe quando vai terminar a pandemia. Digo isso porque a vacinação está muito lenta e a cada dia que passa novas variantes, bem perigosas, vão surgindo.

Muitos dizem que vamos conviver com isso durante muito tempo, como a HN1, a AIDS e outras viroses. Aí teremos que tomar vacinas para sempre, reforços etc. Mas já existem lições a aprender, para diminuir a intensidade no futuro desse vírus e assemelhados. Precisamos, urgente, de água potável e de esgotamento sanitário em todas as casas – aliás, como devia ser há muito tempo e como é nos países mais desenvolvidos. Não podemos protelar mais. Não importa se esses serviços são oferecidos por empresas estatais ou privadas, chega dessa briga ideológica, que tanto prejudica a população.

Precisamos desenvolver soluções para as favelas. Os casebres são inadequados e geram aglomerações familiares, que favorecem doenças contagiosas. Temos que parar com a construção desses conjuntos populares, muito longe dos empregos, obrigando a população a pegar conduções lotadas em longos percursos, todos os dias para trabalhar. A solução é o aproveitamento dos centros das cidades, onde vemos tantas casas abandonadas pelos antigos moradores. Ou pode ser adotada outra solução, criando corredores organizados de transporte e, nos arredores das paradas e terminais, construir edifícios populares destinados à população mais pobre. E nos arredores, destinar aos serviços mais consumidos por essa população, escolas e UPAS, como ensinava Jaime Lerner, que a Covid-19 levou.

Precisamos verticalizar as moradias populares, ao lado dos terminais e corredores de transporte, substituindo as favelas por esse ordenamento urbano. Hoje, os conjuntos são cada vez mais distantes e dificuldades imensas acabam acontecendo. Se observarmos bem, as favelas são próximas dos serviços e dos centros das cidades, próximas dos serviços que necessitam e dos empregos.

Precisamos buscar com tenacidade a criação de empregos. Todos precisam de empregos, jovens ou não. Isso fica para outro artigo. Uma boa semana a todos e a todas!

 

José Reinaldo Tavares é ex-governador do Maranhão, ex-ministro e  deputado federal por dois mandatos.