Maranhão auxilia municípios na imunização de imigrantes venezuelanos contra Covid-19

Na primeira etapa da ação, foram vacinados 15 imigrantes venezuelanos em São Luís, todos da faixa etária dos 18 anos ou mais, sendo três gestantes.

O Governo do Estado segue auxiliando os municípios com o objetivo de acelerar a imunização contra a Covid-19. Nesta semana, o poder público estadual colaborou na vacinação dos imigrantes venezuelanos, público considerado de risco por estar diariamente nas ruas do Maranhão.   

A ação, que está sendo realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), iniciou pela cidade de São Luís, com o auxílio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas).  

A vacinação é realizada pela Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma). Na primeira etapa da ação, foram vacinados 15 imigrantes venezuelanos em São Luís, todos da faixa etária dos 18 anos ou mais, sendo três gestantes. Nos próximos dias, além de realizar a busca pelos imigrantes que ainda não foram imunizados na capital, o Governo do Estado, também em parceria com os municípios, irá realizar a imunização dessa população em outras cidades maranhenses como Açailândia, Imperatriz, São José de Ribamar e Pinheiro.