Netflix anuncia mudança radical para medir a audiência do público

A Netflix anunciou que agora relatará o total de horas visualizadas em 28 dias após o lançamento.

A Netflix anunciou que mudará a forma como mede a audiência do público daqui para frente. A decisão ocorre, curiosamente, pouco tempo após do sucesso global de ‘Round 6’ – que, em menos de um mês no ar, tornou-se a produção mais assistida da história do serviço.

Nos últimos anos, o streaming utilizou uma métrica de “audiência” de dois minutos por conta para medir os dados de visualização e o envolvimento do público. No entanto, na apresentação de resultados do terceiro trimestre da empresa aos acionistas, a Netflix anunciou que agora relatará o total de horas visualizadas em 28 dias após o lançamento.

“Achamos que o engajamento medido pelas horas visualizadas é um indicador ligeiramente melhor do sucesso geral de nossos títulos e da satisfação dos assinantes”, disse a plataforma em carta aos acionistas. “Isso também corresponde à forma como os serviços externos medem a exibição de TV e dão o devido crédito para assistir novamente”.

Durante anos, a Netflix não disse nada sobre quantos espectadores assistiram a um determinado programa ou filme. Em seguida, o serviço de streaming começou a relatar esporadicamente quantas pessoas assistiram 70% de um programa ou filme. Atualmente, a contagem de “visualização” se dava a um assinante que permanecia por, no mínimo, dois minutos de um conteúdo do acervo.

De acordo com a Netflix, a nova métrica por horas foi projetada para refletir melhor as visualizações repetidas, em vez de apenas contar cada conta somente uma vez. Por exemplo, a contagem antiga favoreceria programas que atraíssem muitos espectadores únicos, como acontece com ‘Round 6′. A nova medição favorece o tempo comprometido com uma série ou filme, tal qual '13 Reasons Why'.

Ou seja, a métrica favorece a vida útil do conteúdo ao invés de apenas picos temporários de popularidade. Assim, a plataforma de streaming acredita que o novo método de rastreamento refletirá melhor o engajamento e a satisfação da visualização.

A plataforma de streaming também forneceu um gráfico comparando os números do antigo método de audiência por número de contas e o novo rastreamento por horas assistidas. Este novo método é responsável por usuários que optam por assistir novamente a uma série ou filme.

Algumas alterações, inclusive, são notáveis. Por mais que ‘Bridgerton’ tenha se mantido como a produção mais assistida da Netflix (os dados ainda não contabilizam ‘Round 6’), houve queda de alguns conteúdos hits dos dois últimos anos, como ‘Lupin’ e ‘O Gâmbito da Rainha’.

Por outro lado, o novo gráfico mostra o sucesso absoluto de várias temporadas de ’13 Reasons Why’, ‘Stranger Things’ e ‘La Casa de Papel’. Do lado dos filmes, o épico policial de três horas feito por Martin Scorsese, ‘O Irlandês’, é agora o terceiro longa mais assistido na história da Netflix – a produção não estava nem no Top 10 na métrica anterior.

Netflix divulgará audiência com mais frequência
A mudança deve ajudar a tornar os números da Netflix um pouco mais claros em futuras reuniões e anúncios de lucros. Porém, o serviço usou o sistema antigo uma última vez durante a teleconferência trimestral e anunciou que a série sul-coreana ‘Round 6’, assistida por 142 milhões de lares desde o lançamento e a mais popular da história da plataforma, estará devidamente listada nos futuros levantamentos.

A Netflix também anunciou que revelaria dados de audiência para os programas e filmes originais com mais frequência no futuro.