O Maranhão que rima com Educação

Artigo escrito por Carlos Brandão - Governador do Maranhão

Estar todo dia à frente do governo, para mim, é uma grande satisfação. Trabalhar pela oportunidade de ajudar a realizar sonhos é algo que nem consigo mensurar. Mas consigo sentir. E quando podemos visualizar os resultados, quando nos colocamos diante do que conseguimos construir, ganhamos mais energia para seguir adiante.

Neste sentido, essa semana foi muito especial. Todos sabem o quanto temos nos esforçado pela Educação em nosso estado. Claro que ainda temos muito trabalho pela frente. Mas já avançamos o suficiente para acreditar que estamos, sim, transformando realidades.

Com profissionais valorizados e dedicados, demos vida a ideias que nos desafiavam. É o caso da Escola Digna, que nasceu não apenas para substituir estruturas em más condições por edificações novas e com padrão de qualidade que ofertasse ao estudante o ambiente ideal para a aprendizagem.

O programa é, acima de tudo, uma ação que busca o respeito à diversidade; a formação integral e integrada; a democracia e a participação na gestão; a qualificação de nossos profissionais da educação; a melhoria no ensino. E nessa tarefa estão elementos fundamentais para o sucesso desta nossa política de governo: as prefeitas e os prefeitos.

Eles que recentemente demonstraram unidade ao eleger, por aclamação, a nova diretoria da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). Uma decisão que só nos auxilia na busca pelo melhor para o Maranhão.

Ainda nessa semana, também pudemos estar com os gestores municipais no “Encontro da Educação com prefeitos e prefeitas: juntos pela alfabetização das crianças”. Além da troca de ideias, aproveitamos para lançar o selo “Prefeito da Educação” como forma de reconhecermos o bom trabalho, realizado por prefeitas e prefeitos, na área da educação. Ao mesmo tempo, entregamos o prêmio “Escola Digna”, que reconhece as escolas públicas com os melhores resultados de aprendizagem, com base no desempenho dos estudantes no 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental.

O bom é que houve uma disputa acirrada, até chegarmos à premiação de 18 escolas de 11 cidades diferentes pelo Maranhão afora. Durante o evento, a alegria dos gestores e dos profissionais da Educação envolvidos emocionou. O relato de uma professora, que diz que “a escola é uma família”, tocou como combustível para que possamos encarar novos desafios.

Sempre digo e reforço: Educação é prioridade. Aliás, uma prioridade que está sendo encampada por todos. Como é bom saber que nossos professores estão, cada vez mais, aperfeiçoando os seus métodos e buscando qualificação constantemente. A notícia de que cerca de 20 professores das redes estadual e municipal do Maranhão foram selecionados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) - órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) -, para um intercâmbio de 6 semanas nos EUA, nos deixa muito orgulhosos. São professoras e professores maranhenses de língua inglesa da educação básica que trabalham em São Luís e em mais 11 cidades. Quando voltarem, nossos alunos da rede pública certamente ganharão muito.

Em tudo isso, senti uma positividade tão grande, uma vontade coletiva de fazer mais, que não tenho dúvida alguma de que, a partir de primeiro de janeiro de 2023, faremos um grande e exitoso governo. Maranhão rima com Educação, nossa grande aposta para a melhoria da qualidade de vida de nossa gente.