O que é a Síndrome de Alice no País das Maravilhas e o que ela causa

Distorções na percepção de espaço e tempo pode ser síndrome de Alice de País nas Maravilhas

Você já ouviu falar da Síndrome de Alice no País das Maravilhas? Você provavelmente já teve contato com a obra que dá nome a essa rara condição que provoca alucinações e distorções na percepção de tempo e espaço.

O clássico da literatura mundial escrito por Lewis Carroll sempre teve uma aura lúdica mas, ao mesmo tempo,  fantasmagórica e o nome dado para essa condição surge justamente da parte mais assustadora da obra.

Distorções na percepção de espaço e tempo pode ser síndrome de Alice de País nas Maravilhas.

A Síndrome de Alice no País das Maravilhas é uma condição neuropsicológica que tem como principal sintoma a dismetropsia, ou seja, uma alteração na percepção do tamanho do seu próprio corpo e dos objetos ao seu redor.

Comum em criança, a Síndrome de Alice no País das Maravilhas faz com que o paciente tenha a percepção que partes de seu corpo sejam muito maiores do que realmente são. As motivações para a doença não são claras, mas podem ser oriundas da doença de Lyme, da mononucleose ou de fortes impactos na cabeça.

“Os fatos sobre a Síndrome de Alice no País das Maravilhas (SAPM) são bastante ambíguos e poucos médicos conhecem a doença”, afirma Anne Weissenstein, pediatra, em artigo no Journal of Pediatric Neurology.

“A condição não tem tratamento efetivo e provado, mas existem métodos para tentar reduzir os efeitos da condição. Casos crônicos de SAPM são raros, mas não há tratamento e há a esperança que possam desaparecer com o tempo”, continua.

Entretanto, a maioria dos casos realmente somem com algum tempo. “As distorções e alucinações não são contínuas e podem aparecer durante a noite ou somente durante o dia. Por serem breves, elas causam ansiedade e pânico nos indivíduos. Entretanto, essas manifestações não são perigosas e provavelmente irão sumir depois de algum tempo”, concluiu.

Boa parte dos pacientes com a Síndrome de Alice no País das Maravilhas são crianças, mas o fenômeno pode ocorrer em adultos e adolescentes também.