CidadesPrincipais Destaques

Médico alvo da Operação Sermão dos Peixes vai responder ao processo em liberdade

Justiça concedeu habeas corpus por falta de 'motivos concretos' para a prisão temporária.

O médico Plinio Medeiros Filho, preso na semana passada pela Polícia Federal, foi solto nesta segunda-feira (22) para responder ao processo em liberdade. Ele recebeu um habeas corpus porque a Justiça entendeu que não havia “motivos concretos e específicos” que justificassem a prisão.

A defesa do médico argumentou que a prisão dele havia sido decretada sem necessidade e que não há indícios de que ele tenha tentando destruir provas ou ameaçar testemunhas. A Justiça concordou com o argumento e autorizou a soltura.

O advogado Pablo Araújo Macedo, que defende o médido, disse que o cliente jamais participou de qualquer crime e que trata-se apenas de uma investigação. Informou ainda que a defesa entende que houve excesso e que recebeu a decisão do habeas corpus com louvor.

Medeiros foi um dos alvos da Operação Sermão dos Peixes, da PF do Maranhão. A investigação é sobre um esquema de corrupção que teria desviado recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) naquele estado. A estimativa é de um prejuízo de até R$ 2 milhões para a saúde pública maranhense.

No dia da operação, foram cumpridos oito mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. Além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens da conta dos envolvidos em um valor que supera a cifra de R$ 15 milhões. A PF também investiga se houve vazamentos de informações na primeira fase da operação.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close