MaranhãoPrincipais Destaques

Megaoperação cumpre 14 mandados de prisão contra organização criminosa

De acordo com a polícia, o grupo seria responsável por grande parte do comércio ilícito de drogas em São Luís.

Uma megaoperação deflagrada na manhã dessa quinta-feira (13) pela Polícia Civil e Polícia Militar na Região Metropolitana de São Luís. Durante a ação, a polícia conseguiu executar 14 mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, contra suspeitos de integrarem uma organização criminosa com forte atuação no Maranhão.

Batizada de Operação Gaia, a ação teve início há três meses, por meio de investigações que apontaram para o envolvimento de pelo menos 18 pessoas com a organização criminosa. De acordo com a polícia, o grupo faria parte do alto nível da organização, sendo responsável por grande parte do comércio ilícito de drogas em São Luís, bem como por diversos outros crimes como roubos, porte de armas, ameaças, expulsão de moradores e homicídios.

Foram presos preventivamente: Maria Euzelia dos Santos Silva, Júlio Mariano Santos Ferreira, Marcos Vinícius Frazão, Antônia Francinete Santos da Silva, Francilene Fonseca Silva, Francisco de Assis Costa Junior, Talisson de Sousa Pereira, Jonas Salatiel dos Santos Ribeiro e Gabriel Soares da Silva.

Na ocasião foram cumpridos, ainda, os mandados de prisão contra: Patrick Santos Barros, Pedro Weberth Gonçalves, José Vicente de Jesus Silva Matos, Alberlan Castro Marques e Pablo Farias Cunha, os quais já estavam detidos no Sistema Prisional, de onde, segundo as investigações, comandavam as ações criminosas.

Como resultado da operação, a polícia conseguiu apreender vários aparelhos eletrônicos como TVs, celulares, câmeras fotográficas e notebook. Foram apreendidos, ainda, uma motocicleta, um veículo Kia Sportage, um revólver cal. 38, várias munições cal. 12, coletes e capas balísticas, algemas e R$ 15 mil em espécie.

As investigações devem continuar no intuito de localizar e prender os outros investigados, que não foram encontrados durante o cumprimento dos mandados e que estão, agora, na condição de foragidos.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close