WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
O FIM DAS DORES - Magnésio Dimalato Magnésio Dimalato
Maranhão

Ministério Público lança Campanha Maria da Penha nas escolas

A Campanha Maria da Penha em Ação 2019 será realizada essencialmente nas escolas e terá concursos de fotografia e vídeo

Ouça a reportagem de Daniella Castro

Na manhã desta quinta-feira(23) o Ministério Público do Estado do Maranhão, lançou a Campanha Maria da Penha em Ação 2019.  A iniciativa das Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher de São Luís chega, este ano, à oitava edição.

Na abertura dos trabalhos, a promotora de justiça Selma Regina de Sousa Martins, idealizadora do projeto, ressaltou a importância do trabalho conjunto com a Secretaria de Estado de Educação, Polícia Militar, Poder Judiciário e outros órgãos que fazem parte da rede de proteção à mulher.

A campanha tem o objetivo de difundir, de forma permanente, o teor da Lei Maria da Penha entre o público estudantil e a sociedade, como forma de prevenir a prática de violência doméstica contra a mulher.

Em 2019, a campanha, será realizada essencialmente nas escolas e terá concursos de fotografia e vídeo com o tema “Medidas protetivas de urgência salvam vidas”.Entre as novidades dessa edição, os estudantes interessados em concorrer às premiações passarão por oficinas das duas áreas no Centro Cultural do MPMA, ministradas pelo coordenador do Centro, Francisco Colombo, e outros profissionais convidados.

No evento a tenente-coronel Cristiane Luna, psicóloga da Polícia Militar, abordou a relação entre prevenção ao suicídio e violência contra a mulher. De acordo com a palestrante, os fatores que levam ao suicídio são muitos e passam por transtornos mentais, depressão, problemas familiares e chegam às mulheres que vivem relações abusivas ou que sofrem violência doméstica.

Dados da Organização Mundial de Saúde apontam que, no mundo, é registrado um suicídio a cada quatro segundos. No Brasil, essa relação é de um caso a cada 45 minutos.

Ao final do lançamento, um Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado entre o Ministério Público do Maranhão e a Secretaria de Estado da Educação. O documento prevê a implementação do Plano Estadual de Educação abordando as questões dos direitos das mulheres como forma de prevenção ao feminicídio. O tema deverá ser abordado de maneira transversal, enfatizando que a violência de gênero não é só física.

O TAC foi assinado pelos promotores de justiça Selma Martins e Paulo Silvestre Avelar Silva (1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Educação de São Luís) e pelo secretário Felipe Camarão.

Com informações do site do MP/MA

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios