WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
BrasilPolítica

Moro defenderá que 2ª instância é constitucional

Sergio Moro, deve defender a constitucionalidade dos dois projetos em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado.

Em reunião na manhã desta terça-feira (26) com líderes do Congresso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deve defender a constitucionalidade dos dois projetos em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado que estabelecem a prisão após a condenação em segunda instância.

Segundo relato de senadores, ele não deve optar por nenhuma das propostas para evitar qualquer tipo de interferência do Executivo num tema em análise pelo Legislativo.

A reunião foi marcada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tentar um acordo entre Câmara e Senado. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nessa segunda-feira (25) que trabalha com uma única alternativa para aprovar a prisão após a condenação em segunda instância.

Em reunião na manhã desta terça-feira (26) com líderes do Congresso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deve defender a constitucionalidade dos dois projetos em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado que estabelecem a prisão após a condenação em segunda instância.

Segundo relato de senadores, ele não deve optar por nenhuma das propostas para evitar qualquer tipo de interferência do Executivo num tema em análise pelo Legislativo.

A reunião foi marcada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tentar um acordo entre Câmara e Senado. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira (25) que trabalha com uma única alternativa para aprovar a prisão após a condenação em segunda instância.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios