Tecnologia

Moto G6 vs Moto G7: saiba o que muda no celular Motorola em 2019

Smartphone traz notch, tela maior e promessa de melhor desempenho. Conheça as respectivas fichas técnicas.

A nova geração do Moto G já está à venda no Brasil: o Moto G7 chega ao país por R$ 1.599, com design aprimorado e promessa de maior desempenho frente ao Moto G6. No visual, a mudança começa na tela, agora com notch – recorte popularizado pelo iPhone X e presente em toda a linha G7, incluindo Moto G7 Plus, Moto G7 Power e Moto G7 Play.

O lançamento da Motorola, vendido nas cores preto e prata, é até R$ 300 mais caro que o Moto G6, do ano passado.

Tela e design
A tela foi o principal atrativo do Moto G6 e tem tudo para seguir agradando consumidores. O Moto G7 mantém display LCD com resolução Full HD+ (2160 x 1080 pixels), mas aumenta o tamanho de 5,7 para 6,2 polegadas. A mudança se dá principalmente na altura da tela, que passou para o formato 19:9. A novidade deve agradar quem gosta de espaço de sobra para navegar na internet, assistir a vídeos ou ver o máximo de posts do Twitter ou Instagram em uma única página.

O painel passa a ocupar uma porção maior da parte frontal do aparelho. As bordas estão finas, o sensor de digitais foi para a traseira e há apenas um desvio na parte superior para abrigar a câmera frontal de 8 megapixels. No entanto, a economia de bordas não é suficiente para manter as dimensões do corpo: o G7 é mais alto, largo e pesado que o antecessor.

Desempenho e armazenamento
O Moto G7 traz importante melhoria no hardware em relação ao Moto G6. Enquanto o modelo anterior vinha equipado com um processador Snapdragon 450, o modelo novo traz o Snapdragon 632, que marca mais pontos no teste de benchmark do AnTuTu e promete até 50% mais velocidade.

O lançamento também não será vendido em versão com memória limitada a 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, como aconteceu ano passado: dessa vez, o G7 vem em única versão com 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno.

Vale lembrar que apenas testes mais aprofundados poderão dizer se os problemas de travamentos do Moto G6 foram superados pela nova geração.

Câmeras
A Motorola decidiu manter as especificações das câmeras. O Moto G7 continua com câmera dupla de 12 megapixels e 5 megapixels (aberturas f/1,8 e f/2,2) na traseira, além de sensor frontal de 8 megapixels (f/2,2) para selfies.

O aparelho mais recente tende a trazer melhorias de software para entregar melhores fotos e vídeos mesmo sem mudanças de hardware, mas é provável que o Moto G7 siga como um celular pouco recomendado para viciados em fotografia. A julgar pela manutenção das lentes com abertura regular, o desempenho noturno do telefone também tem poucas chances de surpreender.

Bateria
Na bateria é seguro também esperar poucas mudanças. Como o Moto G7 mantém a célula de 3.000 mAh do Moto G6, a expectativa é de que o celular tenha autonomia de um dia, embora a fabricante não mencione número de horas longe da tomada. De igual modo, o lançamento continua trazendo carregador rápido que recupera a energia em cerca de uma hora e meia. Desta vez, o TurboPower funciona a 15 Watts.

Em termos de bateria, as novidades ficam para outros modelos da linha: o Moto G7 Power tem capacidade maior de 5.000 mAh e o Moto G7 Plus tem carregamento mais veloz, com 11 horas de uso após 15 minutos na tomada.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios