Maranhão

Operação da Polícia Federal combate crimes previdenciários no Maranhão

A operação Linha de Montagem, deflagrada nesta quinta-feira (22), cumpriu cinco mandados judiciais

Reportagem
Maíra Heinen

Crimes previdenciários foram alvo de mais uma operação da Polícia Federal, desta vez no Maranhão. A operação Linha de Montagem, deflagrada nesta quinta-feira (22), cumpriu cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão.

Há também a determinação para que o INSS bloqueie o pagamento de 221 benefícios.

As investigações começaram em 2015, quando foi identificado um esquema criminoso em que documentos públicos eram falsificados para concessão dos benefícios de amparo social ao idoso e de pensão por morte. Os titulares eram pessoas fictícias, criadas virtualmente.

O prejuízo inicial identificado gira em torno de R$ 13,6 milhões.

Os envolvidos foram indiciados por estelionato previdenciário, inserção de dados falsos em sistema de informações e de associação criminosa, cujas penas máximas podem alcançar 10 anos de prisão.

Operação Linha de Montagem

O nome da operação é uma alusão ao esquema criminoso que estava em andamento, já que era estruturalmente ordenado e caracterizado por divisão de tarefas.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close