MaranhãoPrincipais Destaques

Operação prende suspeitos de participar de linchamento em São Luís

Ernande Gonçalves de Souza, de 29 anos, foi linchado até a morte após uma mulher ter sido supostamente estuprada.

A Polícia Civil realizou nesta sexta-feira (20) uma operação na Vila Maranhão, zona rural de São Luís, para cumprir com mandados de prisão preventiva contra um grupo de pessoas suspeitas de participação no linchamento de um homem identificado como Ernande Gonçalves de Souza, de 29 anos. O caso aconteceu no dia 3 de junho de 2018.

Ernande foi esfaqueado e espancado até a morte por causa de um suposto estupro a uma vizinha. No total, 20 pessoas teriam participado do crime, mas apenas sete foram identificadas pela polícia, inclusive integrantes de uma facção criminosa. Na operação, os policiais conseguiram prender quatro pessoas e três ainda são considerados foragidos.

O crime teria sido encomendado por Inadia Nárcia da Costa Silva, que foi presa na operação. De acordo com a polícia, ela pediu ajuda de uma facção criminosa para executar o vizinho, que segundo ela, a teria estuprado. A polícia ainda apura essa versão porque ela só registrou o estupro um dia depois da morte do vizinho e não disse, no depoimento, que o autor do crime havia sido linchado.

“Em momento algum ela informou a delegada que o Ernande estava morto. Eles trouxeram a denúncia temendo a investigação da morte do Ernande. Também há muitas contradições, inclusive sugestão da unidade que, na verdade, eles teriam um relacionamento extraconjugal e que o marido na Inadia estava descobrindo e ela resolveu dizer que era um estupro. O marido e ela saíram de casa e foram a facção criminosa do local e pediram a punição para o Ernande”, afirmou o delegado Lúcio Reis, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

G1/MA

Deixe Aqui Seu Comentário
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close