WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
O FIM DAS DORES - Magnésio Dimalato Magnésio Dimalato
BrasilPolíticaPrincipais Destaques

Oposição promete mobilização contra reforma da previdência

O texto propõe que os trabalhadores ativos banquem os aposentados

O presidente Jair Bolsonaro entregou pessoalmente ao Congresso Nacional, nesta quarta-feira, (20/02), a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que trata da Reforma da Previdência.

O presidente estava acompanhado do ministro da economia Paulo Guedes e do secretário especial da previdência e trabalho, Rogério Marinho.

Segundo declarações de Paulo  Guedes, o texto propõe mudanças no atual sistema de repartição, no qual os trabalhadores ativos arcam com o benefício de quem está aposentado e ainda a criação de um sistema de capitalização. Pelo sistema, cada trabalhador faz uma espécie de poupança para o futuro.

O líder do MDB na Câmara, deputado Baleia Rossi, (MG), declarou que não é razoável o governo trocar ministro com o objetivo de aprovar a reforma da previdência. A declaração do parlamentar foi depois que o presidente da república, Jair Bolsonaro, entregou  a proposta da reforma no Congresso Nacional.
“Fazer substituição de ministro para aprovar a reforma da previdência não acho razoável, acho que não é bom, acho que não passa uma mensagem  positiva” disse Baleia.

Para o líder do MDB será necessário  também que o governo se aproxime  mais do parlamento. “O governo precisa aproximar a relação com o parlamento e acho extremamente possível, acho que tem que ampliar o diálogo, tem que estar mais próximo”. Enfatizou o parlamentar.  O próprio ministro Onix, disse que agora com a reforma da previdência tramitando  é a hora de formar uma base mais estável—, observou ele.

Para Rossi, o governo ainda não conta com uma base consolidada e chama a atenção de que nenhum partido declara apoio ao governo na Câmara. “Hoje você não tem ainda partidos que se declaram base do governo; você tem partidos que estão conversando entre as bancadas, os deputados conversando, mas você ainda não tem uma base firme do governo que está em construção. Eu acho que com a reforma do Bolsonaro agora tramitando a gente tem condições de fazer isso”. observa.

Durante a entrega da proposta para a reforma da previdência a oposição protestou. O deputado Ivan Valente liderando a bancada do PSOL criticou a medida.Ele disse que entregar a reforma da previdência ao Congresso nessa quarta-feira foi mentir para o  povo. “Ele nunca falou em reforma da previdência na campanha, mas antes ele falou contra a reforma, portanto, Bolsonaro mente” esbravejou.

A líder da minoria na Câmara, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), destacou que fará articulação política dentro e fora do Congresso para inviabilizar a cotação da reforma. A parlamentar prometeu  fazer uma grande articulação política dentro do Congresso e com os movimentos sociais. “Hoje mesmo, já tem reações na sociedade brasileira; tem atos no Brasil e nós vamos aqui nos mobilizar para dizer a verdade sobre a previdência social brasileira. É bom dizer que a única previdência no mundo que taxa o capital. Hoje o capital é taxado no seu faturamento,  no seu lucro para a previdência—, destaca Jandira.

A proposta de reforma da previdência passa a tramitar no Congresso Nacional e precisa ser votada nas duas casas em dois turnos.

Na Câmara, a Comissão de Constituição e Justiça, ainda precisa ser instalada. Isso deve ocorrer em duas semanas.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios