GRANDE RIO HONDA
MaranhãoPrincipais Destaques

PM deve atuar de forma integrada para combater assaltos a ônibus na Grande São Luís

A definição foi feita nessa terça-feira (22), durante reunião entre a SSP e o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Após assaltos e latrocínios praticados em transportes públicos em São Luís, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) fizeram uma reunião para discutir medidas de segurança nos ônibus da Região Metropolita de São Luís.

A reunião foi nessa terça-feira (22) e ficou estabelecido que, entre as medidas a serem adotadas para inibir os assaltos a ônibus na Grande São Luís, está a integração dos batalhões da Polícia Militar.

“Nós tivemos um ataque com resultado letal contra a vida de um trabalhador do transporte público. Isso chama a atenção dos órgãos de segurança para o endurecimento do controle da circulação dos ônibus. Então, nós já temos de rotina as nossas operações de rua e nós vamos focar agora em dois aspectos: a própria circulação dos ônibus, com monitoramento pelas avenidas, e o segundo aspecto é a caçada radical aos autores desse tipo de crime”, garantiu o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Segundo a SSP, ficou definido que, a partir de agora, os batalhões da Polícia Militar serão responsáveis por garantir a segurança dos coletivos, em suas áreas de atuação. O objetivo é que todos os batalhões da Grande Ilha desenvolvam ações de combate a assaltos a coletivos.

“A gente quer mais ações é nos terminais, porque hoje tem infiltrado muito bandido nos terminais. Eu espero que agora eles venham dar uma resposta pra gente e sejam mais ágil nessa situação que nós estamos convivendo nessa cidade”, afirma Marcelo Brito, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Ficou estabelecido, ainda, que haverá a retomada de operações policiais que já foram realizadas antes na Grande São Luís e deram resultados positivos. As ações terão como foco identificar e prender criminosos, que aterrorizavam trabalhadores e usuários do sistema de transporte público.

“Estamos confiantes que com a integração de todos os Batalhões da PM, conseguiremos alcançar resultados positivos e desta forma, garantir segurança e mais tranquilidade aos Rodoviários e passageiros. Infelizmente, perdemos um companheiro no exercício da atividade e não iremos tolerar mais que tragédias desse tipo ocorram com a nossa categoria”, ressalta Marcelo Brito.

O encontro reuniu a alta cúpula da Segurança Pública do Estado, como o Secretário Jefferson Portela, o Sub-secretário Leonardo Diniz, Comandantes dos Batalhões de Polícia Militar, o Comandante Geral da PM, Pedro Ribeiro, além de diretores e o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, Marcelo Brito.

Segundo a SSP, a reunião com o sindicato deve acontecer a cada 15 dias.

“É muito importante uma reunião em que há participação popular, há participação do sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo, que representa a classe, para caminharmos juntos na segurança pública”, declarou o coronel Pedro Ribeiro, que é comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão.

Insegurança

Na noite de segunda-feira (21), duas pessoas foram baleadas em uma tentativa de assalto, em São Luís. O crime aconteceu em uma parada de ônibus, na avenida dos Holandeses, no bairro Calhau.

O crime aconteceu na noite de sábado (19), durante um assalto, na avenida Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades do elevado do bairro da Cohama.

E um dos casos de violência envolvendo o transporte público que mais repercutiram em São Luís, nos últimos dias, foi a morte do motorista Francisco Teixeira, que dirigia o ônibus da linha Bequimão/Ipase, da empresa Ratrans, quando foi morto com um tiro na cabeça.

Deixe Aqui Seu Comentário
Minuto SEBRAE - MA
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios