WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
O FIM DAS DORES - Magnésio Dimalato Magnésio Dimalato
Brasil

Polícia acha fuzis desmontados em casa que seria ligada a PM preso por morte de Marielle

Ronnie e Élcio Lessa, militar expulso da corporação, foram presos pelo atentado à vereadora Marielle Franco.

Um dos 32 mandados de busca e apreensão da Operação Lume encontrou grande quantidade de armas – incluindo fuzis – e munição em um endereço, segundo a polícia, ligado ao ex-policial Ronnie Lessa. Ronnie e Élcio Lessa, militar expulso da corporação, foram presos pelo atentado à vereadora Marielle Franco.

“Dá para fazer muito fuzil”, diz um dos agentes que participam da ação. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil encontrou o arsenal em caixas, espalhadas em armários e em cômodos de uma casa no Méier, na Zona Norte do Rio. A polícia investiga se Lessa trafica armas e escondia lá o material.

Um homem que mora no local, identificado como Alexandre, diz que conhece Lessa desde pequeno e fala que não sabia o que havia nas caixas. Em alguns momentos, ele chora.

“Eu não fiz nada, esse cara me botou de bucha, cara (…) Eu não faço a menor ideia, está tudo lacrado, eu não abri, ele falou que ia vir buscar isso (…) Eu confiei nele. Acreditei nele. Foi criado com a gente, ele morava aqui do lado, desde pequeno”, diz aos policiais. “Ainda falou para mim: ‘Só não abre as caixas’.”
Até a última atualização desta reportagem, não havia sido informado se o homem que estava na residência foi preso.

Além de Lessa, policiais da Divisão de Homicídios e promotores do Ministério Público prenderam o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. Segundo a denúncia, Lessa efetuou os disparos que atingiram Marielle e Anderson, e Élcio dirigiu o carro.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios