CidadesMaranhão

Domingos Dutra cumpre intensa agenda em Brasília em busca de recursos

Além de investimentos em educação, Dutra pretende construir três portos em Paço do Lumiar

O prefeito do município de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), cumpriu dois de intensa agenda em Brasília, está semana.

Atendendo convocação Confederação Nacional dos Municipios – CNM e  da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão – FAMEM, Domingos Dutra participou de reuniões no Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal, FNDE e DENIT para discutir diversos assuntos de interesse do seu município.

Entre os assuntos  estão  a liberação dos  recursos do pré-sal que está suspenso por uma liminar do Supremo Tribunal Federal e credito especial-leasing que foi aprovado no Congresso Nacional  mas também foi barrado pelo Supremo.

Na Câmara dos Deputados o debate foi sobre a PEC 391/17,  que aumenta em 1% o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

  Dutra cumpriu  agenda também no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA , onde  discutiu a implantação de três portos no Município de Paço do Lumiar.  “Fui ao DENIT para verificar a situação de três portos que estou batalhando para Paço do Lumiar. São os Portos de  Mocajituba, Mojó  ePau-Deitado”, informou o prefeito.

Três portos 

Domingos Dutra informou também que tem esperança de conseguir  recursos para construção dos portos dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no próximo ano. A estimativa de investimentos nos três portos é da ordem  R$ 2,4 milhões.

No FNDE, Domingos Dutra foi recebido pela assessora do órgão, a senhora Elaine, que explicou ao prefeito  sobre a situação de varias obras que serão realizadas no município de Paço do Lumiar como escolas, creches e quadras esportivas.

Déficit de escolas

O prefeito observou que a causa do  déficit de escolas no município é provocado principalmente pelo crescimento desordenado da população. “O município cresceu muito, nós temos um déficit de escolas, o Governo Federal coloca o Programa Minha Casa Minha Vida despejando dezenas de famílias no município, então o governo coloca uma multidão no município mas entrega só as casas e as pessoas ficam jogadas nas costas do prefeito quando o município não tem receitas suficientes  para atender essas demandas” reclamou Dutra.

O gestor destacou  algumas obras importantes  entregues na sua administração. Na  área habitacional, por exemplo,   foram entregues  1.800 residências somente  em 2017. “No ano passado nós entregamos 1.800 residências no Residencial Primavera I e II, no governo passado já tinha sido entregue 2.000 casas na Cidade Verde, mais mil casas no Morada do Box. No total são 4.800 moradias. Se colocarmos quatro pessoas por família nós temos 16 mil habitantes a mais no município e não tem estrutura de escola, de hospital, segurança, mercado, então , viemos aqui batalhar para levar escolas novas e creches novas para o nosso município”. Enfatizou Dutra.

A Comissão Especial sobre o Fundo de Participação dos Municípios (PEC 391/17) foi instalada na ultima  terça-feira na Câmara.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close