WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
DestaquesMundo

Protestos contra morte de George Floyd nos EUA chegam à Europa

Na capital alemã, milhares se reuniram em frente à embaixada americana, na tarde de sábado (30).

Outras cidades no mundo também registraram protestos, no sábado (30), contra o racismo após a morte de George Floyd durante uma abordagem policial em Minneapolis, nos EUA. Manifestantes saíram às ruas nas capitais do Reino Unido e Alemanha e também em Toronto, no Canadá.

Nos Estados Unidos, foi o 5º dia seguido de protestos desde que o ex-segurança de 42 anos morreu após ser sufocado por um policial. A escalada de tensão se espalhou por várias cidades americanas, que decretaram toque de recolher para tentar conter atos de violência e confrontos.

Em Berlim, na Alemanha, milhares de manifestantes se reuniram em frente à embaixada americana. Muitos carregavam cartazes pedindo Justiça por George Floyd e espalhavam a frase do movimento “Black Lives Matter” (vidas negras importam, em português).

Em Londres, o protesto pacífico foi no distrito de Peckham, ao sul da capital britânica.Os manifestantes gritavam “Justiça por George Floyd” e carregavam faixas e cartazes em homenagem ao afro-americano vítima da violência policial.

Protesto em Londres, na tarde de sábado (30), contra o racismo. — Foto: Reprodução/Reuters

Na cidade canadense de Toronto, o protesto contra o racismo também foi em homenagem a Regis Korchinski-Paquet, umhomem negro que morreu depois de cair de um prédio durante uma abordagem policial.

Protesto em Toronto contra a morte de George Floyd e Regis Korchinski-Paquet. — Foto: REUTERS/Carlos Osorio

Entenda o caso

A morte de um homem negro em Minnesota, nos Estados Unidos, causou uma onda de indignação depois da divulgação de um vídeo que mostra um policial branco ajoelhado no pescoço dele.

Vídeo foi publicado nas redes sociais na manhã de terça-feira — Foto: Darnella Frazier/BBC

Nas imagens, colhidas na segunda-feira (25), o homem, identificado como George Floyd, de 40 anos, reclama e diz repetidamente: “Não consigo respirar”.

Pouco depois, ele parece não se mexer, antes de ser colocado em uma maca e transferido para uma ambulância.

O que aconteceu?
A polícia local disse em comunicado que Floyd morreu “após um incidente médico durante uma interação policial”.

A polícia estava respondendo a uma chamada dizendo que um homem tentava usar cartões falsos em uma loja de conveniência.

Dois policiais localizaram o suspeito em um veículo. Segundo eles, ele “parecia estar intoxicado”. Eles ordenaram que saísse do veículo, mas o homem resistiu, segundo a versão da polícia.

“Os policiais conseguiram algemar o suspeito e notaram que ele parecia estar sofrendo de problemas médicos”, acrescentou o comunicado.

No vídeo de 10 minutos filmado por uma testemunha, um policial mantém Floyd no chão, que, a certa altura, diz: “Não me mate”.

Testemunhas pedem ao policial que tire o joelho do pescoço do homem, observando que ele não estava se mexendo. Alguns dizem que “seu nariz está sangrando”, enquanto outro pede: “Saia do pescoço dele”.

A polícia disse que nenhuma arma foi usada durante o episódio e que as imagens das câmeras foram enviadas para o Departamento de Execução Penal de Minnesota, que também iniciou uma investigação.

Em declarações à imprensa norte-americana na terça-feira, a chefe da polícia de Minneapolis, Medaria Arradondo, disse que a política de uso da força “para colocar alguém sob controle” será revisada.

O FBI não comentou o caso.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios