GRANDE RIO HONDA
MaranhãoPrincipais Destaques

Sancionada lei que cria o Instituto Maranhense de Infectologia e o Hospital de Doenças Infectoparasitárias do MA

O Instituto funcionará nas dependências do Hospital Genésio Rêgo.

Garantir tratamento, assistência hospitalar e ambulatorial especializada para pacientes com doenças infectoparasitárias. Esses são alguns dos objetivos do Hospital de Doenças Infectoparasitárias Genésio Rêgo, oficializado nesta quinta-feira (8), após sanção do governador Flávio Dino.

A lei cria, além do Hospital de Doenças Infectoparasitárias do Maranhão, o Instituto Maranhense de Infectologia, que funcionará nas dependências do próprio hospital. “Este é um momento importante para que nós possamos dar conta dos desafios voltados ao povo mais simples, mais humilde, muitas vezes abandonado e desprovido de um olhar sincero. Esse é o papel da política popular que nós representamos”, disse o governador Flávio Dino, durante a solenidade virtual.

Além do cuidado e assistência aos pacientes, a implantação do Instituto Maranhense de Infectologia (IMI) permitirá o desenvolvimento de pesquisas na área da Ciência Biomédica básica e clínica, no combate a doenças tropicais e infectoparasitárias como: dengue, zika, malária, leishmaniose e febre amarela. O Instituto também atuará no tratamento, pesquisa e enfrentamento à Covid-19.

“Em nome da Fiocruz, assumimos a responsabilidade de contribuir com organização, pesquisa, educação, para que nós possamos trilhar esse caminho juntos. É uma honra para a nossa instituição participar do início do Instituto Maranhense de Infectologia, que será mais um exemplo de cooperação e solidariedade”, disse durante a solenidade, o professor Wilson Savino, pesquisador titular e coordenador de estratégias de integração regional e nacional da Fiocruz.

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Etiquetas
Ler Mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RELACIONADAS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios