WeCreativez WhatsApp Support
O MAIOR PORTAL DE NOTICIAS DO MARANHÃO
ᴄᴇɴᴛʀᴀʟᴅᴇɴᴏᴛɪᴄɪᴀꜱ.ʀᴀᴅɪᴏ.ʙʀ
O FIM DAS DORES - Magnésio Dimalato Magnésio Dimalato
DestaquesTecnologia

Uber começa a banir usuários e motoristas por mensagens impróprias

Conversas no chat do aplicativo contam com detecção automática de palavras ofensivas.

A Uber anunciou nesta terça-feira (16) que começa a banir a conta de passageiros e motoristas por mensagens impróprias no aplicativo de transporte particular, além do Uber Eats. Com o objetivo de aumentar a segurança de clientes e parceiros, a empresa passa a definir limites nas conversas pelos chats nas viagens de carro e nos pedidos do Uber Eats, por celulares Android e iPhone (iOS).

A medida tem como prioridade proibir qualquer comportamento discriminatório, violento, ofensivo ou de conduta sexual. Caso uma conversa inadequada seja confirmada dentro do app, a conta do usuário será desativada. A Uber usa uma base de palavras-chave para identificar casos de linguagem inaceitável.

Mensagens que tenham palavras ofensivas no bate-papo do app são automaticamente identificadas – o que resulta em uma desativação da conta de maneira permanente. Para uma análise precisa das conversas entre usuários e colaboradores da Uber, uma equipe com aproximadamente 600 profissionais trabalha no Centro de Excelência da empresa em São Paulo. O time fica responsável por identificar condutas inapropriadas no chat do aplicativo.

A ferramenta de bate-papo da Uber facilita a comunicação entre usuários, motoristas e entregadores, que podem informar se estão perto do cliente, se aconteceu algum imprevisto durante o trajeto ou esclarecer dúvidas de percurso. É possível enviar mensagens padronizadas, como “Estou aqui” ou “Estou te procurando”, por exemplo. Para garantir uma maior privacidade, o número do telefone da pessoa não fica visível.

Uber: conversas entre motoristas e usuários serão analisadas caso palavras impróprias sejam enviadas pelo chat — Foto: Divulgação/Uber

Uber: conversas entre motoristas e usuários serão analisadas caso palavras impróprias sejam enviadas pelo chat — Foto: Divulgação/Uber

O Brasil é o primeiro país em que recebe o investimento de R$ 250 milhões nos próximos cinco anos para o Centro de Desenvolvimento Tecnológico da empresa, que tem como foco a segurança de seus serviços. Além disso, a companhia anunciou uma parceria com a Serpro para verificar as informações dos profissionais cadastrados em tempo real na plataforma.

As informações são do Techtudo

Deixe Aqui Seu Comentário
Rei dos Reis - Cortina
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios