Entretenimento

Walking Dead e outras séries que tentaram a sorte no cinema; confira

Além de "The Walking Dead": as séries que tentaram a sorte nos cinemas

Andrew Lincoln e os produtores da série “The Walking Dead” pregaram uma pegadinha nos fãs no último domingo (4) após a exibição do episódio “What Comes After” (“O Que Vem Depois”).

Há meses que Lincoln vem dizendo aos fãs que deixaria a série. Ele só se esqueceu de contar que Rick Grimes continuaria na franquia, só que nos cinemas, em uma trilogia que deverá começar a ser firmada em 2019.

Embora muitos fãs tenham se surpreendido com a notícia do filme de “The Walking Dead”, o movimento de levar para as telonas o sucesso das séries de TV não é novidade. O resultado, no entanto, nem sempre agrada. Veja alguns casos:

“The Walking Dead”
A tão falada saída de Rick Grimes da série não aconteceu da forma que os fãs esperavam. Em entrevista à revista “The Hollywood Reporter”, o ator Andrew Lincoln contou que Rick vai estrelar três filmes no cinema, mas não deu mais detalhes. “A ideia de fazer estes filmes foi crescendo a partir do ano passado, e no meio deste processo tivemos versões do episódio em que Rick não sobrevivia. Ainda bem que deu tudo certo”.

“Downton Abbey”
Uma das séries de maior sucesso de público e crítica, “Downton Abbey”, dona de 15 prêmios Emmy e três Globos de Ouro, também vai virar filme em 2019 a pedido dos fãs. O longa contará com parte do elenco original e direção de Brian Percival. Assim como na TV, o enredo deverá acompanhar as vidas da aristocrática família britânica do século 20 e seus criados, usando fatos históricos como pano de fundo.

“Arquivo X”
Um dos marcos da cultura pop, a série “Arquivo X” ficou no ar de 1993 a 2002. Em 2016 ela retornou para mais duas temporadas, que duraram até janeiro deste ano. No cinema, a série ganhou dois filmes. O primeiro deles, de 1998, tinha a sua história ambientada entre as temporadas cinco e seis. O longa recebeu críticas positivas da imprensa atraindo, inclusive, novos fãs para a série. Já o enredo do segundo filme, “Arquivo X: Eu Quero Acreditar”, conta uma história individual, sem relação com eventos ocorridos na série, embora também tenha no elenco os dois atores originais (David Duchovny e Gillian Anderson). O resultado não foi bom nas bilheterias, arrecadando apenas US$ 20 milhões nos Estados Unidos e US$ 47,3 milhões no restante do mundo.

“24 Horas”
Assim como a minissérie do personagem Jack Bauer (Kiefer Sutherland) acompanhava as 24 horas na vida do policial, o filme “24 Horas: A Redenção” também usou a mesma premissa, só que abrangendo apenas duas horas da vida do agente (o tempo de duração do filme). O enredo se passa no dia da posse da nova presidente americana, porém a ação ocorre no fictício país americano de Sangala, onde Bauer precisa deter um impiedoso chefão do crime. A crítica classificou o filme como uma versão mais sóbria e mais leve da série original.

“Sex and the City”
Um das séries de maior sucesso dos Estados Unidos, “Sex and the City” levou duas vezes para as telonas as desventuras das amigas Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha. O primeiro longa, de 2008, foi um sucesso de bilheteria, custando US$ 65 milhões e arrecadando US$ 415 milhões. Já o segundo filme, de 2010, não foi tão longe. Ele custou US$ 100 milhões e arrecadou US$ 288 milhões. O segundo filme também recebeu diversas críticas negativas, como a de que teria esticado, desnecessariamente, a trama até ao limite, com filmagens até em Marrocos.

“Star Trek”
Surgida em 1966, “Star Trek” é um das franquias mais longevas da cultura pop, apesar de a série original ter durado apenas três temporadas. Os filmes começaram a ser lançados dez anos após o cancelamento da série, graças ao sucesso das convenções trekkies pelos Estados Unidos nos anos 70, e contaram com todo o elenco original que comandava a Enterprise.

“Os Simpsons”
Uma das séries mais longevas da televisão, “Os Simpsons” só foi ganhar o seu filme próprio em 2007, durante a sua 18ª temporada com Homer Simpson causando um desastre ecológico em Springfield. O filme teve um orçamento de US$ 75 milhões e arrecadou US$ 527 milhões. O filme contou, inclusive, com uma participação especial da banda Green Day, com seus integrantes morrendo diluídos no rio poluído da cidade.

“Os Normais”
O casal Vani (Fernanda Torres) e Rui (Luiz Fernando Guimarães) ganhou dois filmes no cinema. O primeiro, de 2003, contou a história de como eles se conheceram. O segundo, de 2009, mostra o casal em busca de uma terceira pessoa para apimentar a relação. O casal, é claro, repetiu nas telonas toda a loucura que apresentava na série “Os Normais”. O programa de TV, no entanto, teve vida curta, apenas três temporadas e 71 episódios

“A Grande Família”
Uma das séries mais bem sucedidas da TV brasileira, “A Grande Família” ganhou seu filme próprio em 2007. No enredo, Lineu vai ao médico e sai de lá com a certeza absoluta de que vai morrer. Deprimido, ele não aceita ir ao baile com Nenê. Sem entender nada, Nenê decide provocar Lineu e convida um ex-namorado para o baile. Para os padrões brasileiros, o filme teve na época um público um pouco acima da média, com 2,3 milhões de espectadores.

Deixe Aqui Seu Comentário
Tags
Ler Mais

RELACIONADAS

Close
Close